segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Moatra Gratuita - Filmes Diversos - 01 a 03 de Setembro

01/09  - 18:00h 
O Labirinto do Fauno
Legendado, EUA, Espanha e México, 112 min
Dirigido por Guillermo Del Toro
Classificação Indicativa: 16 anos.


Sinopse:

Espanha, 1944. Oficialmente a Guerra Civil já terminou, mas um grupo de rebeldes ainda luta nas montanhas ao norte de Navarra. Ofelia (Ivana Baquero), de 10 anos, muda-se para a região com sua mãe, Carmen (Ariadna Gil). Lá as espera seu novo padrasto, um oficial fascista que luta para exterminar os guerrilheiros da localidade. Solitária, a menina logo descobre a amizade de Mercedes (Maribel Verdú), jovem cozinheira da casa, que serve de contato secreto dos rebeldes. Além disso, em seus passeios pelo jardim da imensa mansão em que moram, Ofelia descobre um labirinto que faz com que todo um mundo de fantasias se abra, trazendo consequências para todos à sua volta.

01/09  - 20:00h 
Constantine
Legendado, EUA e Alemanha, 121 min
Dirigido por Francis Lawrence
Classificação Indicativa: 14 anos.

Sinopse:
John Constantine (Keanu Reeves) é um experiente ocultista e exorcista, que literalmente chegou ao inferno. Juntamente com Angela Dodson (Rachel Weisz), uma policial cética, ele investiga o misterioso assassinato da irmã gêmea dela, Isabel. As investigações levam a dupla a um mundo sombrio, em que precisam lidar com demônios e anjos malvados.







02/09  - 18:00h 
Cartas para Deus
Legendado, EUA, 110 min
Dirigido por David Nixon
Classificação Indicativa: Livre.

Sinopse:
Tyler Doherty (Tanner Maguire) é vítima de cancêr e trava uma batalha diária contra a doença que o consome. Amado por sua família e pelos amigos, o menino de apenas oito anos não se deixa abalar e escreve cartas diariamente endereçadas para Deus. O carteiro Brady (Jeffrey Johnson), vivendo problemas pessoais, não sabe o que fazer com elas num primeiro momento, mas a bravura do jovem autor acaba provocando grandes mudanças em suas vidas. Inspirado em uma história real.





02/09  - 20:00h 
O Advogado do Diabo
Legendado, EUA, 140 min
Dirigido por Taylor Hackford
Classificação Indicativa: 16 Anos.

Sinopse:
Kevin Lomax (Keanu Reeves), advogado de uma pequena cidade da Flórida que nunca perdeu um caso, contratado John Milton (Al Pacino), dono da maior firma de advocacia de Nova York. Kevin recebe um alto salário e várias mordomias, apesar da desaprovação de Alice Lomax (Judith Ivey), sua mãe e uma fervorosa religiosa, que compara Nova York a Babilônia. No início tudo parece correr bem, mas logo Mary Ann (Charlize Theron), a esposa do advogado, sente saudades de sua antiga casa e começa a testemunhar aparições demoníacas. No entanto, Kevin está empenhado em defender um cliente acusado de triplo assassinato e cada vez dá menos atenção sua mulher, enquanto que seu misterioso chefe parece sempre saber como contornar cada problema e tudo que perturba o jovem advogado.

03/09  - 18:00h 
Rambo III
Legendado, EUA, 102 min
Dirigido por Peter MacDonald
Classificação Indicativa: 16 Anos.

Sinopse:
Veterano (Sylvester Stallone) da Guerra do Vietnã refugia-se em mosteiro budista, em busca de paz espiritual. O retiro é interrompido quando ele decide libertar seu mentor, que caiu nas mãos dos soviéticos, durante a ocupação do Afeganistão.









03/09  - 20:00h 
O Exorcista: O Início
Legendado, EUA, 114 min
Dirigido por Renny Harlin
Classificação Indicativa: 16 Anos.

Sinopse:
O filme se propõe em contar a história do primeiro encontro do Padre Merrin (Stellan Skarsgard) com uma entidade diabólica incorporada. O encontro acontece no Cairo, mais precisamente em 1949, ainda sobre a poeira da guerra, logo após a descoberta de uma igreja que não deveria estar naquele local, seguindo o pensamento histórico lógico. O Padre William Francis (James D’ Arcy) une-se ao arqueólogo Lankester Merrin para explorar os mais profundos segredos do templo.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Programação Comercial - 21 a 27 de Agosto

18:30h (Sessão extra no domingo às 16h)
Juntos e Misturados
Legendado, EUA, 117 min
Dirigido por Frank Coraci
Classificação Indicativa: 10 anos.

Sinopse:
Jim (Adam Sandler) é um viúvo que tem um encontro às cegas desastroso com Lauren (Drew Barrymore), que se separou há pouco tempo devido à traição do marido. Depois do ocorrido, a última coisa que desejam é se reencontrar. Entretanto, quando Jen (Wendi McLendon-Covey), a sócia de Lauren, desiste de uma viagem à África com o namorado e seus cinco filhos, surge a oportunidade para que Lauren desfrute do passeio ao lado de Brendan (Braxton Beckham) e Tyler (Kyle Red Silverstein), seus filhos. O que ela não esperava era que o namorado de Jen também negociasse o pacote com Jim, um de seus funcionários. Ou seja, Jim e suas três filhas encontram Lauren e seus dois filhos em um resort de luxo na África, tendo que dividir as mesmas dependências durante uma semana.


20:30h (Sessão extra no sábado às 16h)
O Homem Duplicado
Legendado, Canadá e Espanha, 90 min
Dirigido por Denis Villeneuve
Classificação Indicativa: 14 anos.

O FILME NÃO SERÁ EXIBIDO NA QUINTA-FEIRA DIA 21/08

Sinopse:
Um pacato professor de história descobre acidentalmente a existência de um sósia seu, um ator, quando assiste a um filme banal. Ele, então, resolve ir atrás de seu duplo, envolvendo sua namorada e a esposa dele, em uma trama de suspense que muda a vida a vida de todos os personagens.


Mostra de Filmes - Imagens Helênicas

Helena de Troia
EUA e Itália, 116 min
Dirigido por Robert Wise
18/08 - 12h

Sinopse:
Rajadas de flechas, fogos furiosos. Tróia resiste como pode. Para vencer o que se julga invencível, não adianta força. Os gregos oferecem um presente; um enorme cavalo de madeira - grande o suficiente para esconder até mesmo soldados. A 'Ilíada' de Homero ressurge em 'Helena de Tróia', um espetáculo das telas dos anos 50, um mito de mais de 3 mil anos. Robert Wise dirige esse épico com o então inimaginável orçamento de U$$ 6 milhões e mais de 30 mil pessoas no elenco.







Carnaval Atlântida
Brasil, 95 min
Dirigido por José Carlos Burle
18-08 - 16h

Sinopse:
O professor Xenofontes, especializado em mitologia grega, é contratado pelo produtor Cecílio B. de Milho como consultor da adaptação do clássico 'Helena de Tróia' para o cinema. Porém, dois empregados do estúdio pensam em transformar o épico numa comédia carnavalesca.











As Damas do Bosque de Boulogne
França, 85 min
Dirigido por Robert Bresson
19-08 - 12h

Sinopse:
Desejando vingar-se do abandono do amante Jean, Hélene, uma dama da alta sociedade, pede a uma dançarina de cabaret que o seduza. Só que a vingança acabará se transformando num escandaloso romance. Um filme de gestos, de olhares, em que a emoção aflora sob a pureza das imagens. Neste terceiro filme de Robert Bresson, vemos uma nova dramaturgia, distinta do que chamavam de "teatro filmado". Bresson, de formação pictórica, visou a usar os meios cinematográficos para exprimir a interioridade de um sentimento. Esta original história de amor, baseada na novela de Denis Diderot, "Jacques, o fatalista", e com diálogos escritos por Jean Cocteau, ficou conhecida pela rigorosa e deslumbrante direção de arte e fotografia, recebendo elogios entusiasmados do teórico André Bazin e de François Truffaut.

Duas Vezes com Helena
Brasil, 115 min
Dirigido por Mauro Farias
19-08 - 16h

Sinopse:
Aos 25 anos de idade, Polydoro retorna de uma viagem de estudos na Europa e logo reencontra seu grande mentor, o Prof. Alberto, que o convida para passar uns dias em Campos do Jordão, onde lhe apresenta sua esposa Helena. Ela convida o jovem para passar uns dias em sua casa, mesmo com o retorno de seu marido para São Paulo. Em um jogo de sedução, Polydoro não resiste e vive uma intensa paixão com Helena - que dura apenas quatro dias, terminando de forma súbita e sem explicação por ela. Depois de 25 anos de segredo, Polydoro reencontra o casal. O que terá feito Helena agir daquela maneira? Por que Alberto aceita passivamente o distanciamento de Polydoro, que ele tanto admirava? Segunda adaptação para o cinema do conto de Paulo E. S. Gomes, Duas vezes com Helena (a primeira adaptação foi Ao sul de meu corpo, de P. Saraceni, 1982).

Elena e os Homens
França, 95 min
Dirigido por Jean Renoir
19-08 - 19h

Sinopse:
Elena, a jovem viúva de um príncipe polaco, vai viver em Paris julgando poder obter o maior sucesso junto aos homens. Uma vez alcançado esse objetivo, abandona-os. Decide, assim, ser a "musa" do general Rollan, o ministro de guerra, que será empurrado para um golpe de estado pelos seus oficiais. Mas um deles, o Conde de Chevincourt, igualmente apaixonado por Elena, faz abortar a conspiração ganhando o seu amor. Preso, Rollan consegue fugir graças à intervenção de Elena. Elogiado enfaticamente por Godard, Truffaut e Rohmer, o filme não parece ter recebido a atenção que mereceria.




Vida de Menina
Brasil, 101 min
Dirigido por Helena Solberg
20-08 - 12h

Sinopse:
´Vida de Menina`, baseado no famoso diário de Helena Morley (pseudônimo de Alice Brant), acompanha dois anos da adolescente Helena em um momento crítico de sua vida, quando luta para conquistar liberdade e integridade. Tendo como pano de fundo um Brasil que acaba de abolir a escravatura e proclamar a República, a jovem começa a escrever um diário, revelando seu universo e um país que adolesce junto com ela. É nesse diário que Helena debocha e desmascara as pretensas virtudes alheias, procurando não perder sua infantil alegria de viver e reinventando o mundo à sua maneira.




Memória de Helena
Brasil, 80 min
Dirigido por David Neves
20-08 - 14h

Sinopse:
Num apartamento carioca, Rosa e Renato recordam suas ligações com Helena através de um diário deixado pela moça e alguns filmezinhos domésticos: o início da amizade com Rosa, o aparecimento de Renato e o namoro, o cotidiano de Helena em Diamantina, seus passeios com a empregada Inês, seus gatos, seus recantos privados e a desilusão final. O roteiro, de Paulo E.S. Gomes, foi livremente baseado no livro de Helena Morley, Minha vida de Menina. 





O Padre e a Moça
Brasil, 90 min
Dirigido por Joaquim Pedro de Andrade
21-08 - 21h

Sinopse:
São duas coisas irrealizadas, mas abertas e dirigidas à liberdade total: o amor e o filme. E é a mise en scène que ganha com isso. Porque ela nasce tão dificultosamente, tão dramaticamente como o namoro fatal. O que interessa não é tanto a descrição do caso amoroso, mas comprometer a mise en scènecom ele. Nada mais Joaquim Pedro do que este filme estranho. Absolutamente comprometido com o homem e o "décor", o cineasta passa à tela todo o seu famoso acanhamento mineiro.[...] Nada de suspense ou emoção diante de uma estória romântica. Somente dolorosa reflexão sobre a velha estória de amor impossível.